Pantanal tem redução de queimadas em 2022

Pantanal tem redução de queimadas em 2022

Graças ao desempenho de bombeiros, ações de voluntários e iniciativas de órgãos como ICMBio e IBAMA, uma triste realidade presente no Pantanal, a queimada, teve uma redução recorde no ano passado, trazendo renascimento e regeneração ao bioma.

Para se ter ideia, em agosto de 2021, o fogo no entorno da cidade de Corumbá, MS, praticamente devastou o local, assustando seus habitantes. Quase um ano e meio depois, a vegetação conseguiu rebrotar mesmo sem a cheia, apenas com as chuvas. Segundo informações exibidas no Jornal Nacional (Globo, em 7 de janeiro), o cenário só foi possível por conta do chamado “Manejo Integrado do Fogo”, quando as queimadas são controladas e a prevenção e o combate aos incêndios são feitos numa ação coordenada.

Voluntários
Em 2022, durante 182 dias, o Corpo de Bombeiros mobilizou mais de 600 militares que se revezaram em pontos isolados para chegar rapidamente ao fogo. Além do efetivo, houve o auxílio de Ibama e voluntários, que somam 18 brigadas comunitárias e outras 10 particulares em fazendas pantaneiras, bem comocinco equipes em terras indígenas.

Os resultados são animadores: em 2022, o registro pelo Inpe de focos de calor foi de pouco mais de 1,6 mil, queda de 80% em relação ao ano anterior. Foi o segundo ano com menor incidência de queimadas, ficando atrás só de 2014. Os dados são analisados desde 1998.

Segundo o MapBiomas, houve redução de 19% na área queimada entre janeiro e julho de 2022 no bioma, na comparação com o mesmo período de 2021.

Fonte: https://revistaincendio.com.br/

Elaboração e Execução de Projetos de Combate à Incêndio em Fortaleza, é na ACC Engenharia e Projetos. Clique aqui e confira nossos produtos e serviços.